terça-feira, 27 de junho de 2017

Chutney de mamão de vez com dilênia ou fruta-cofre ou maçã de elefante

Outro dia mesmo falei da Dilenia indica (dilênia, fruta-cofre, fruta da pataca, maçã de elefante) no caderno Paladar - reproduzido aqui. Mas a árvore continua produzindo muito. Colhi algumas, cozinhei - como mostro no texto linkado - e fiz refresco que ficou tão bom quanto suco de abacaxi.   Outro tanto da polpa cozida ficou um tempo olhando pra mim a espera de um destino. Lembrei do mamão de vez que tinha colhido e também esperava sua sorte. Um complementando o outro. O mamão é docinho mas não tem acidez. A dilênia super ácida mas sem muito açúcar. Foi então só equilibrar o temperos e saiu um chutney, ou chutneide, como queira. Ótimo para comer com carnes ou bolinhos vegetarianos.  Vamos ver se me lembro como fiz...

Chutney de mamão de vez com dilênia 

1 colher (sopa) de óleo 
1 cebola picada, de preferência roxa  
4 colheres (sopa) de gengibre ralado 
1 pau de canela
1 colher (chá) de cúrcuma em pó 
1 colher (sopa) de grãos de mostarda 
Meia xícara de uvas passas
Meia xícara de açúcar mascavo 
2 pimentas dedo-de-moça picadas  - ou mais a depender do seu gosto 
Meio mamão formosa de vez (amarelo mas ainda duro) sem pele e sem sementes cortado em cubinhos ou ralado grosso 
2 xícaras de polpa cozida e peneirada de dilênia (veja no link aí em cima como se prepara) 
1 xícara de água 
Sal a gosto 

Numa panela, coloque o óleo, a cebola, o gengibre, a canela. Refogue só até amolecer a cebola. Junte  todos os outros ingredientes e deixe cozinhar em fogo baixo, mexendo sempre, por cerca de meia hora. Junte mais água se for necessário. No final, prove o tempero e corrija com mais vinagre se achar que falta acidez. Deixe cozinhar mais um pouco até ficar com molho cremoso.

Rende cerca de 3 xícaras



Nenhum comentário: